21 fevereiro 2007

Birra de Estado

Eu sei que a comparação é abusiva, mas alguém imagina Cavaco, Guterres, Durão ou Sócrates (Santana não conta) a demitirem-se para a seguir voltarem a recandidatar-se por a União Europeia cortar os fundos comunitários encaminhando-os para regiões mais pobres?

1 comentário:

Funchalense disse...

Se ele fez isso é porque em vez de estar preocupado com o conformismo da reforma, preocupou-se em ficar mais uns anos no governo para poder combater os ataques constantes à nossa ilha. Ele ao contrário de muitos governantes, não está no poder para alcançar uma reforma milionária, mas sim para lutar pelos seus cidadãos. E se ele tiver uma reforma astronómica, não me incomoda porque ele fez por merecê-la e terá sempre o carinho do povo madeirense. Tem algum ódio especial pela Madeira? Acho mais útil publicar soluções para o estado deste país, do que criticar o que melhor está. É uma qualidade vossa aí no continente. Falam barato e têm mais inteligência para criticar do que para resolver problemas. E como já viu, nós madeirenses temos a qualidade de não perdemos tempo com insignificâncias. Bem, eu a responder aos seus artigos perdi temporáriamente essa qualidade...