03 dezembro 2008

Visado pela censura

Assembleia da Madeira retarda emissões em directo na internet para poder cortar "cenas desprestigiantes"

São cinco minutos, para o corte de "cenas desprestigiantes" - e estou a citar. E como na Assembleia da Madeira são todos iguais, mas há uns mais iguais que outros, a notícia diz-nos que "às imagens em directo apenas pode aceder-se nas instalações do PSD e dos colaboradores directos do presidente, dos quais parte a ordem de corte para a régie".

E outro pormenorzinho delicioso: "Contrariando a tradição parlamentar que distribui os partidos consoante o seu posicionamento ideológico, o PSD decidiu, em anterior legislatura, passar da direita para a esquerda do hemiciclo para que os seus deputados sejam filmados de frente e os da oposição de costas".

Palavras para quê, é a democracia versão madeirense. Isto traz-me à memória algo semelhante - transmissões diferidas em alguns minutos - que aconteceu... na China, esse baluarte da democracia.

1 comentário:

HS disse...

Aonde é que foste buscar isto? Deves pensar que na Madeira desperdiça-se dinheiro dos contribuintes como na tua terra. Se pensas que as pessoas te levam a sério, estás muito enganada...